#PHPoemaday - Desinência Verbal

Rosa dos ventos

Ando
Endo
Indo
Ando lendo e indo e vindo, 
sem passados nem presentes, 
Gerando gerúndios e particípios
Nem participo dessa cantiga de roda.
Quero mais é ser livre, sem perfeição de pretéritos.
Sem pretensão temporal.
Quero ir sem ter saído, e ficar sem ter partido
Esse finito coração!

Adriana H. Tavares




Deixe um comentário

Azu-leie também